Seguidores

abril 01, 2018

mal criado, mal-criado ou malcriado?

Extrato do Facebook de Bruno de Carvalho:

Passando ao lado da guerra entre os presidentes do Sporting e do Braga, centremo-nos na grafia "mal criado". Certa ou errada?


Falando de educação (ou da falta dela!), devemos escrever malcriado!


Esta regra não é uma novidade do Novo Acordo Ortográfico, pois ele limita-se a dar uma nova redação à regra "antiga": Emprega-se o hífen nos compostos com os advérbios bem e mal, quando estes formam com o elemento que se lhes segue uma unidade sintagmática e semântica e tal elemento começa por vogal ou h. No entanto, o advérbio bem, ao contrário de mal, pode não se aglutinar com palavras começadas por consoante. Eis alguns exemplos das várias situações: bem-aventurado, bem-estar, bem-humorado; mal-afortunado, mal-estar, mal-humorado; bem-criado (cf. malcriado)
Regra: 
Situações em que há hífen a seguir a BEM e MAL:
MAL
.   Apenas antes de vogal ou h
Ex.: mal-humorado e mal-educado.
BEM
. Antes de vogal ou h
Ex.: bem-humorado e bem-educado.
. E quando há unidade semântica.
Ex.: bem-criado, bem-comportado, bem-disposto, bem-feito, bem-intencionado, bem-mandado, bem-parecido, bem-nascido, bem-sucedido, bem-vindo, bem-visto, etc.


SUPERDICA:
Com bem, use sempre hífen
com mal apenas antes de vogal ou h!


Desejo a todos um feliz domingo de Páscoa!
ProfAP

2 comentários: