Seguidores

março 23, 2013

.Verbo negociar: negocio ou negoceio?


A. Temos dois tipos de verbos com conjugações distintas:
. em ear (com o presente terminado em eio, -eias, -eia: presenteio, presenteias, presenteia);
. em iar (com o presente a acabar em –io, -ias, -ia: avalio, avalias, avalia).
B. No entanto, há verbos terminados em –iar que seguem o modelo conjugação dos terminados em –ear, como, por exemplo: odiar (odeio) e incendiar (incendeio).
C. Mas também há verbos irreverentes que fazem “jogo duplo”, complicando-nos a vida. É o caso do verbo negociar… Não fugindo ao que seria de esperar no Brasil (negoceio), em Portugal, admite os dois paradigmas referidos em A. (negoceio/negocio), possibilidade já registada por Rebelo Gonçalves, em 1966, no Vocabulário da Língua Portuguesa. Outros verbos (como premiar, sentenciar, presenciar e licenciar) seguem o mesmo padrão duplo...

Conclusões:
PORTUGAL
BRASIL
.negocio/negoceio
.negoceio

Notas:
1. Rodrigo de Sá Nogueira, remando contra a maré, defende que negociar só se conjuga de uma forma: negoceio, negoceias, negoceia.
2. Para Celso Cunha e Lindley Cintra, a coexistência dos dois modelos de conjugação no mesmo verbo é própria de Portugal, mas também a encontramos na língua popular do Brasil.

Abraço.
AP

Fontes utilizadas:
1. Celso CUNHA e Lindley CINTRA, Nova Gramática do Português Contemporâneo, Lisboa: Edições Sá da Costa, 1984.


Sem comentários:

Enviar um comentário