Seguidores

março 13, 2013

.Põe-se acento em “mês”, mas não em “meses”… Porquê?


Eis as regras estabelecidas no Formulário Ortográfico de 1943 (Brasil) e no Acordo Ortográfico de 1945 (Portugal) sobre a acentuação das palavras oxítonas (agudas) e paroxítonas (graves) que se mantêm em vigor:

1. Há acento agudo nas palavras oxítonas (agudas) terminadas em a, e e o abertos e acento circunflexo nas que acabam em e e o fechados (seguidos ou não de s).
Sendo mês um vocábulo oxítono terminado em e fechado (seguido de s), terá de receber um acento circunflexo.

2. São acentuadas as palavras paroxítonas (graves) que correspondem aos seguintes critérios:
a) Terminadas em i ou u abertos (seguidos ou não de s). Ex.: íris, júri, bónus (bônus no Brasil);
b) Terminadas em um e uns (álbum, álbuns);
c) Com i ou u tónicos/tónicos que não formam ditongo com a vogal anterior (egoísta, países, saúde, viúvo);
d) Acabadas em l, n, r e x (afável, hífen, açúcar, córtex);
e) Terminadas em ditongo oral (faríeis, jóquei, quisésseis).
A palavra meses é paroxítona, mas não corresponde a nenhum dos critérios acima enunciados. Logo, não há acento.

Abraço.
AP
Imagem encontrada AQUI.

3 comentários:

  1. Não sei se eu confio em uma explicação sobre língua portuguesa onde tem um "porquê" escrito errado logo na primeira frase...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Rodrigo, não existe apenas a norma brasileira no português. No português europeu, que se aplica ao espaço onde vivo e escrevo, é mesmo assim: "PORQUÊ". Assim, num próximo comentário,informe-se primeiro antes de opinar sobre a minha competência.
      Cumprimentos desde Lisboa.

      Eliminar